Skip to content

MRV lança programa de carros elétricos compartilhados em condomínios

A MRV Engenharia, maior construtora residencial da América Latina, anunciou no Salão do Automóvel de São Paulo seu projeto para o desenvolvimento do compartilhamento de carro elétrico em seus empreendimentos, o MRV SIM (Sustentabilidade, Inovação e Mobilidade). Em parceria com a Renault, a empresa disponibilizará inicialmente duas unidades do hatch 100% elétrico Renault Zoe em condomínios de São Paulo e Belo Horizonte.

Foto: Marcelo Machado de Melo

O Renault Zoe, por sinal, foi lançado no Salão do Automóvel, ao custo de R$ 149 mil. O modelo promete autonomia de 300 km com carga plena. A Renault é líder na venda de veículos 100% elétricos no Brasil, com mais de 50% de participação de mercado. Desde 2015 comercializa veículos elétricos a empresas com projetos de sustentabilidade.

Pioneira na América Latina na instalação de placas fotovoltaicas para a geração de energia solar em condomínios do segmento econômico, o projeto de carro compartilhado, em fase de estudo, é mais uma iniciativa da construtora no uso da energia limpa e inesgotável em seus empreendimentos. A primeira etapa do estudo de desenvolvimento do projeto MRV SIM deixa disponível dois automóveis Renault Zoe para os moradores dos principais empreendimentos com energia fotovoltaica da construtora.

20181108_rbuhrer_MRV_001

Os veículos serão utilizados de forma compartilhada pelos moradores como uma alternativa aos meios de transporte do dia-a-dia. A gestão do compartilhamento dos carros será feita por meio do aplicativo Renault Mobility, que a marca automotiva também testa pela primeira vez com o público externo no país.

Em sua segunda etapa, o estudo será levado de forma itinerante por diversas cidades do Brasil ao longo de 2019. Os Renault Zoe adquiridos pela MRV irão rodar pelos principais empreendimentos da construtora que tenham a tecnologia de placas fotovoltaicas, promovendo que a recarga do carro seja realizada de forma sustentável. O objetivo é colher dados do público e da forma de uso para avaliar questões técnicas e comportamentais de uso, como a experiência dos consumidores com o carro compartilhado. 

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: