Skip to content

Toyota é apontada na Europa como a montadora que menos emite CO²

Generated by pixel @ 2018-12-10T23:31:29.200065

ESPAÇO BRANDED CONTENT

Toyota foi considerada a empresa automotiva que fabrica os automóveis menos nocivos ao meio ambiente. Segundo levantamento feito pela empresa de consultoria JATO, que atua na Europa, a marca japonesa apresentou os menores índices de emissão de dióxido de carbono (CO²) na atmosfera – média de 101,2 gramas em sua gama de produtos vendidos na Europa, o mercado mais competitivo do planeta.

Outro ponto de destaque é que a Toyota foi uma das poucas montadoras que conseguiram reduzir os níveis de emissão média em 2017, alcançando uma queda de 2,7% em comparação com 2016. O levantamento da JATO, que acaba de ser divulgado, considerou 20 montadoras que atuam no continente europeu.

img_20180319_1523356133995848509828207278.jpg
Partida do comboio que iniciou os testes da tecnologia híbrida flex no Brasil

O resultado positivo está relacionado ao investimento e estratégia da fabricante em tecnologia híbrida, que teve início com o lançamento comercial do Prius em 1997. Atualmente, a Toyota já comercializou mais de 10 milhões de veículos híbridos em todo o mundo.

Além disso, a Lexus, divisão de luxo da Toyota, também vem contribuindo com este desempenho positivo, alcançando mais de um milhão de unidades híbridas comercializadas globalmente, grande parte delas na Europa. Em 2019, o Brasil será o primeiro país a contar com um portfólio Lexus composto somente por veículos 100% híbridos.

lexus_ux.jpg
Lexus UX combinous duas megatendências do Salão do Automóvel: eletrificação e SUV

Compromisso com o meio ambiente
Parte do compromisso da Toyota em investir em melhorias contínuas foi a divulgação do Desafio Ambiental Global 2050. A visão corporativa, anunciada pela matriz Toyota Motor Corporation em 2015, compreende seis desafios de sustentabilidade. Dentre eles, reduzir os impactos negativos causados por automóveis ao meio ambiente para o mais próximo possível de zero, gerando diversos benefícios para o meio ambiente e a comunidade.

O Desafio Ambiental Global 2050 tem como meta neutralizar a emissão de CO² até a metade do século em novos veículos, e também no ciclo de vida dos produtos e nas unidades industriais da Toyota de todo o mundo. Outras missões são a diminuição no consumo de água, incentivo à reciclagem e estabelecimento de uma sociedade harmônica que preserve a natureza.

priusflex1
Toyota Prius em teste: sinal verde para tecnologia híbrida flex no Brasil

Tecnologia híbrida flex no Brasil
Na semana passada, a Toyota do Brasil formalizou, numa cerimônia em Brasília com o presidente Michel Temer, que irá produzir no país o primeiro veículo híbrido equipado com motor flexfuel do mundo, capaz de rodar com gasolina ou etanol, ou apenas eletricidade. Por sinal, será também o primeiro híbrido produzido em solo nacional. O lançamento ocorrerá no fim de 2019.

O trabalho objetiva extrair o potencial máximo de cada solução: alta eficiência, baixíssimos níveis de emissões e capacidade de reabsorção dos impactos de gás carbono, ao utilizar combustível oriundo de fonte 100% renovável. Estudos preliminares apontam que o híbrido flex possui um dos mais altos potenciais de compensação e reabsorção na emissão de CO² gerado desde o início do ciclo de uso do etanol extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do carro.

Leave a Reply

%d bloggers like this: