Skip to content

Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi liderou vendas globais em 2018

Pelo segundo ano consecutivo, a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi liderou as vendas globais de automóveis e comerciais leves, com 10,76 milhões de unidades emplacadas em 2018. Na soma com veículos pesados, quem leva vantagem ainda é o Grupo Volkswagen, graças aos resultados das marcas MAN e Scania.

alianca

A Renault, a Nissan e a Mitsubishi somadas venderam 10,76 milhões de carros e comerciais leves em 2018, alta de 1,4% em relação ao ano anterior. Na conta entram modelos de marcas controladas pelo grupo, como Dacia, Infiniti, Venucia, Lada, Datsun e Samsung. O elétrico Twizy não entra na conta, por ser homologado como scooter de quatro rodas. A Aliança não produz caminhões pesados.

SAIBA MAIS: Vendas de automáticos no Brasil vão superar as de manuais em 2019

Os registros do Grupo VW Group tiveram alta de 0,9%, atingindo 10, 6 milhões de unidades no mundo. No pacote estão as marcas VW, Audi, Seat, Skoda, Porsche, Bentley e Bugatti. O número sobre para 10,83 milhões, se foram incluídos os caminhões pesados das marcas ?MAN e Scania.

Toyota-Corolla_Sedan
Toyota Corolla foi o carro mais vendido de 2018, e deve crescer com a recente remodelagem

A terceira colocação fica com o Grupo Toyota, que registrou vendas de 10,59 milhões em 2018, incluindo as marcas Lexus e Daihatsu, além dos caminhões da Hino Motors. Excluindo os pesados, a Toyota emplacou 10,39 milhões de unidades. A montadora disse que espera vender 10,76 milhões de veículos em 2019.

SAIBA MAIS: VW e Renault foram as marcas que mais ganharam mercado em 2018

Voltando à lider Aliança, a Nissan vendeu 5,65 milhões de veículos no ano passado, queda de 2,8%. Já a Mitsubishi cresceu 18%, com 1,22 milhão de unidades. A Renault, que registrou 3,88 milhões de unidades, cresceu um pouco menos (3,2%). Apesar da liderança, a Aliança passa por uma crise por conta da prisão de seu CEO e idealizador, o brasileiro Carlos Ghosn. As rusgas entre o lado francês (majoritário em ações) e japonês (maior fornecedor de lucros) se intensificaram após a saída de cena de Ghosn, que apaziguava as parte e tentava unificar em definitivo as três empresas.

t-cross
VW T-Cross faz parte da ofensiva global de SUVs da marca alemã

Com essa situação da Aliança, os rivais dos Grupos VW e Toyota têm a chance de ultrapassá-la em 2019. O grupo alemão aposta numa ofensiva global de SUVs, com destaque para o compacto T-Cross, que será produzido no Brasil e outros mercados. Já a Toyota espera turbinar suas vendas com a chegada das novas gerações do híbrido Prius e do Corolla, model,o mais vendido do planeta em 2018.

Leave a Reply

%d bloggers like this: