Skip to content

Ford pode se unir à Mahindra e deixar de fazer carros próprios no mercado indiano

mahindra-kuv100

A Ford está próxima de um acordo com a fabricante indiana Mahindra para formar uma nova joint-venture na Índia, uma medida que faria a montadora americana parar suas operações independentes no país. A informação exclusiva foi divulgada hoje pela agência noticiosa Reuters.

LEIA MAIS: Ford anuncia fim do Fiesta, da operação caminhões e da fábrica no ABC 

Sob os termos do acordo que está sendo negociado, a Ford formará uma unidade na Índia na qual deterá uma participação de 49%, enquanto a Mahindra da Índia terá 51%, apurou a Reuters. A unidade indiana da montadora americana transferiria a maior parte de seus negócios automotivos atuais para a entidade recém-criada, incluindo seus ativos e funcionários.

mahindra-nuvosport

A Ford disse à agência que não comenta sobre a especulação, mas acrescentou que ambas as empresas continuam a trabalhar juntas “para desenvolver avenidas de cooperação estratégica que nos ajudem a alcançar eficiências comerciais, de manufatura e de negócios”. A Mahindra também disse que não comenta sobre especulações.

LEIA MAIS: A SsangYong voltou! Confira preços e impressões dos quatro coreanos

A empresa afirmou em um comunicado que está “trabalhando em conjunto em áreas identificadas” com a Ford após um acordo de parceria de 2017, e “anunciará mais acordos definitivos à medida que avançarmos em algumas das outras áreas”. Há dois anos, as duas empresas firmaram uma aliança estratégica para a produção de SUVs e modelos elétricos.

mahindra

A movimentação faz parte da estratégia global da Ford de cortar custos e focar suas atividades nos segmentos mais lucrativos. No Brasil, a empresa anunciou no início do ano o fim das operações de caminhões (e do hatch Fiesta) na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), unidade que pode serm comprada pelo grupo brasileiro CAOA. Já a indiana Mahindra deixou de montar carros em Manaus (AM) em 2015, no início da crise econômica. Mas uma de suas subsidiárias, a coreana SsangYong, retornou ao Brasil com importação no ano passado, e o Grupo Venko, que representa a marca no país, já admitiu intenção de trazer também os robustos utilitários da marca indiana.

Categories

Radar

Tags

,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: