Skip to content

Lamborghini diz que poderá usar itens feitos em impressora 3D

lamborghini-huracan-sterrato-1

A Lamborghini deverá se render às vantagens da fabricação de alguns componentes em impressora 3D. Foi o que disse Maurizio Reggiani, o chefe da parte técnica da marca sediada em Santa Ágata (Itália), à revista americana Automobile, ao ser perguntado se estaria pensando em fabricar uma versão de produção do protótipo Huracán Sterrato.

LEIA MAIS: BAC terá novo supercarro com material mais leve que fibra de carbono

Sem hesitar, Reggiani disse que sim, contanto que o carro viesse a dar lucro, o que seria possível com recursos como o uso de impressora 3D para fabricar algumas peças. O protótipo que aparece nas imagens vem com 96% dos itens das demais versões do Huracán, o que inclui o motor V10 de 631 cv e o sistema de tração integral, com rodas de aro 20.

lamborghini-huracan-sterrato-1 (1)

As diferenças estão em alguns detalhes da carroceria para rodar na terra, como alargadores nos para-lamas, anteparos de alumínio nos para-choques, defletores de ar, entre outros. Há também faróis auxiliares de LED e reforços estruturais feitos cm barras de titânio, apenas para citar os principais componentes.

LEIA MAIS: Conheça o primeiro supercarro feito com impressora 3D

Portanto, algumas peças da parte estética poderiam ser feitas em impressora 3D e com o uso de um tipo especial de plástico desenvolvido pela Lamborghini não apenas para ser leve, mas também permitir que seja moldado da maneira adequada. Os fãs da marca italiana podem esperar pela versão Sterrato do Huracán em 2021, em edição limitada, entre 500 a 1.000 unidades

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: